SIGAM-ME!, por Dr Alexandre Saboya

Os que forem turfistas de verdade.

De repente me deparei com uma oportunidade única de ajudar a revitalizar o Jockey Club Cearense e a soerguer o turfe no Nordeste.

Foi exatamente quando li o Regulamento do Projeto Quina da Sorte. Realmente é uma iniciativa que visa o justo lucro para o investimento que será feito, mas é também de grande valor para a criação de empregos diretos e indiretos neste nosso Nordeste tão sofrido e proporcionará a possibilidade do soerguimento do Turfe Cearense e Nordestino.

Impressiona como o funcionamento é simples e muito atrativo para os que gostam deste esporte.

Nós adquirimos um produto que esteja enquadrado nas condições do projeto, onde quando e por quanto quisermos, e não vou me alongar nesses detalhes técnicos pois você pode ver isso no regulamento do Projeto, então você apresenta o mesmo querendo inclui-lo para competir nas provas da Quina da Sorte e vejam então o que acontece, parece dádiva divina:

  • Eles te recebem e aceitam numa boa!

  • Eles compram teu cavalo por R$3.000,00!

  • Eles pagam o valor do frete da origem até o hipódromo de Aquiraz!

  • Eles fazem um contrato de comodato onde você tem preferência de recompra pelo mesmo valor de R$3.000,00!

  • Eles promovem um páreo por semana com premiação de R$5.000,00, ao qual você pode concorrer!

  • Querem mais ou já chega!

Lendo e estudando isso, fiquei reflexivo e pensei, chegou a hora de fazer na minha vida mais alguma coisa pelo Jockey Club, depressa reuni meu grupo familiar, mostrei o regulamento, discutimos os aspectos acima enumerados e chegamos a conclusão de que para realmente ajudar e também ser um proprietário “FORTE” deveríamos montar o seguinte plantel:

* Adquirir 03 (três) produtos para participar do projeto;

* Adquirir 02 (dois) produtos de maior nível para disputar as provas

clássicas e grandes prémios no Nordeste.

E assim está sendo feito, nosso plantel está sendo adquirido no Rio de Janeiro e em breve, por volta do dia 06 do próximo mês, estará chegando no Hipódromo de Aquiraz.

Esta é uma provocação e convocação à todos os turfistas, principalmente aos que são bem mais presentes que nós, para que se realizem, vejam a oportunidade, com apenas 10 grupos assemelhados ao nosso, poderíamos em menos de 30 (trinta dias) estar com pelo menos 50 (cinquenta) produtos em nossas cocheiras.

Pensem nisso, o Jockey não precisa só de quem fala e reclama, precisa de quem ajuda!

A formação desse plantel seria realmente o INÍCIO DO RECOMEÇO!

Alexandre Saboya.

Em, 15/fev./2021.

Postada em Publicações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *