No Grande Prêmio Quina da Sorte, vitória inusitada de Costa Azzurra

Desta feita, mais 5 (cinco) provas integraram o Festival do Grande Prêmio Quina da Sorte, com bolsa de 10 mil reais aos vencedores. No segundo páreo, vitória fácil de Bill Tiger, que ainda pulou com atraso, mostrando superioridade; na terceira prova, belo êxito de Tocqueville, que assumiu a vanguarda na curva e ainda aparou os ataques dos adversários; na quarta carreira, fácil sucesso de Farroupilha Boy; já na quinta prova, Prova Especial Chico Couro Grosso, “In Memoriam”, triunfou Danish Ship, em vibrante atropelada, chegando em segundo King Xenon, formando a “dobradinha” do Stud Magi. Por fim, na sexta carreira, Grande Prêmio Quina da Sorte – Taça Fábio Câmara, a vitória incrível de Costa Azzurra, após Gulf Watch dominar o páreo com autoridade e diminuir sua ação no final, quando seu jóquei passou mal. A seguir, os demais páreos da reunião.

Postada em Publicações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.