O que o Animal tem a dizer

Autor: Oman Carneiro

Existem proprietários, no Sul e Sudeste que preferem animais que gostam de correr em pista de grama, até aí é uma questão de preferência do proprietário, e se pudéssemos perguntar ao animal, qual sua preferencia, por certo ele responderia em suas atuações em pista. Adianta insistir? Não, vai sempre prevalecer a ”vontade” do animal. Estamos aqui, no Nordeste para receber aqueles que só terão grama, por questões climáticas, no cocho. Então vamos “ouvir “o que diz o FANGIO , um 5 anos com 34 apresentações e duas vitórias somente. Filho de Salto em égua Nedawi, veio para o nordeste dizer que, gosta do calor, do mar, da areia, e de distância mais longa. Nessas circunstâncias, nas suas duas apresentações, ganhou uma, fez segundo em outra e vai mostrar muito mais. Parabéns ao proprietário R.N. Cruz, ao treinador F.S Silva e sua equipe e ao criador, meu amigo Paranaense Duilio Berleze. Se o animal é são, traga aqui para ele dizer suas preferências.

Não duvide do que eles são capazes

Autor: Oman Carneiro

Vamos continuar batendo na tecla de que, compras para o Nordeste e principalmente para nosso projeto, o certo é arriscar em uma animal novo que possa voltar, dependendo da resposta dele por aqui, para retomar campanha no Sudeste. Vou citar mais um exemplo, Minotouro , animal de 4 anos, filho de Setembro Chove com 15 apresentações, somente 4 colocações e apenas uma vitória na grama, aparentemente, um descarte imediato? Não, então o que o Stud Queiroz viu nele? Com certeza outros encantos ele tinha. A surpresa foi, mostrando do que são capazes com uma simples mudança de ares, ração treinos e outros, fazer se revelar e surpreendentemente ganhar as três corridas disputadas em solo cearense, duas em Fortaleza e outra em Sobral. Parabenizamos ao Stud Queiroz, treinador J. Lemos e sua equipe. Fica, pra mim, a impressão que nas compras, o papel menos importa, a escolha está na condição física do animal.

Qui Cest Moi, Uma Égua para Voltar.

Autor: Oman Carneiro

Convidado que fomos a integrar um grupo de amigos com a finalidade de reabrirmos o Jockey Clube Cearense, examinada a viabilidade do projeto, resolvemos devagarinho colaborarmos. Com a relação oferecida a nós, do Stud Raia 3, resolvemos escolher uma égua com as características da Qui Cest Moi, nova, com início de campanha promissor no Cristal, com possibilidade de abordar distancias intermediárias e principalmente que, ao final do ano de comodato pudéssemos compra-la para retornar ao Sudeste. Como era de se esperar, a égua chegou precisando de tratamento diferenciado foi entregue ao treinador F. Haroldo, com essa orientação. Estamos felizes, na suas duas apresentações no JCC, obtivemos um segundo e um primeiro lugar.

Vamos atrás de novas conquistas.

Jockey Club Cearense: Muito Turfe e Emoções na Sabatina

Matéria: Fábio Câmara
Foto: Antônio Queiroz

O Jockey Club Cearense viveu um tarde de turfe e intensas emoções no último sábado, 09/01/2021, respeitadas as limitações da pandemia e o início do trabalho de soerguimento do puro-sangue inglês no Hipódromo do Aquiraz.

Foram cinco páreos disputados, com alguns resultados surpreendentes e desfechos muito disputados.

O homenageado no páreo principal, Antônio Queiroz, venceu duas provas: uma no empate entre Los Panchos e Honky Tonky Woman; e a outra, na disputa principal, com o cavalo-de-ferro, El Bacan, sobrepujando o favorito King Xênon nas imediações do disco de chegada. Os demais vencedeores foram: no páreo de abertura, Deserto se reabilitou, voltando aos seus melhores dias; na terceira carreira, Qui Cest Moi prevaleceu ante a favorita Condessa D’Ita; e no quarto páreo da tarde, Minotouro se manteve invicto em três atuações no Ceará.

Outros destaques da programação foram o treinador F.A.Viana, que venceu três provas com seus pupilos; e o Stud Parente Sobral, que triunfou em duas oportunidades.

A seguir, os resultados completos:

Temporada 2020/2021 – Resultados 3ª corrida

Sábado, 09/01/2021

1º Páreo – Prova Especial Francisco Alberto de Melo Viana – 1.000 metros – 63,5s: 1º Deserto – F.H.Costa – F.A.Viana – Stud Parente Sobral; 2º Brazilian Storm; 3º Bills Ryon; 4º Ipanema’s Beauty.

2º Páreo – Prova Especial Francisca Sousa Silva – 1.100 metros – 70,2s: 1º Los Panchos – A.Queiroz – F.A.Viana – Stud Elite; e 1º Honky Tonky Woman – F.Nascimento – F.S.Silva – Andrecia Kelly; 3º Xica Bela; 4º Pietra.

3º Páreo – Prova Especial Francisco Haroldo de Freitas Saboya – 1.200 metros – 75,8s: 1º Qui Cest Moi – F.H.Costa – F.Haroldo – Stud Raia 3; 2º Condessa D’Ita; 3º Command Lake; 4º Reno; 5º Princesa Catarina.

4º Páreo – Prova Especial Jaime de Almeida Lemos – 1.700 metros – 112,3s: 1º Minotouro – R.P.Silva – J.Lemos – Stud Queiroz; 2º Fangio; 3º Onassis. Não correu: Granadino.

5º Páreo – Prova Especial Antônio Queiroz – 1.300 metros – 81,8s: 1º El Bacan – A.Queiroz – F.A.Viana – Stud Parente Sobral; 2º King Xênon; 3º Cefas do Jaguaretê; 4º Fazze; 5º Hot-Quartz; 6º Sortudo.

Pista: Areia Leve

Movimento Geral de Apostas: R$ 46.823,00

Jockey Club Cearense: a nova casa do Puro-Sangue Inglês no Nordeste

O Hipódromo do Aquiraz/CE, a nova casa do turfe brasileiro no Nordeste, reabrirá suas portas para o puro-sangue inglês em grande estilo no próximo sábado, 21/11/2020, a partir das 10:00.

Nada como sentir-se em casa! Quantas vezes fazemos tais exclamações ao suplantarmos adversidades, alçarmos os objetivos propostos e desfrutarmos do merecido descanso? Pois bem: convido todos os turfistas a fazerem como este escriba e chamarem de vossa a casa que retomará suas atividades na manhã do próximo sábado, 21 de novembro de 2020.

O Ceará é um local acolhedor, em que se valoriza o esforço e demonstra-se GRATIDÃO e RESPEITO. No nosso caso específico, sob a forma de um honroso reconhecimento pelos serviços prestados, através de relevante homenagem com a denominação do sétimo e último páreo da programação, ao lado de figuras ilustres do turfe nordestino que emprestaram seus nomes às demais provas, dentre as quais: Carlos Alberto Coelho Rocha, Presidente do Jockey Club Cearense, e Edmundo Rodrigues, Presidente do Derby Club Sobralense.

Nesse sentido, há que se ressaltar ainda a prestigiosa presença e apoio dos turfistas e proprietários sobralenses, que ajudam a coroar de êxito a iniciativa de realizar essa primeira reunião de animais ingleses da temporada 2020/2021.

O Jockey Club Cearense é um local onde todos procuram ser receptivos e trabalhar conjuntamente, num mesmo sentido, em torno de objetivos comuns. Portanto, ambiente favorável a grandes realizações como o programa da próxima sabatina.

Últimas tratativas estão sendo finalizadas para termos transmissão ao vivo (através do canal do Youtube do Jockey Club Cearense e do site www.jockeyce.com.br), além de apostas web (apostaturfe.com.br), via whatsapp e presenciais. Além disso, está sendo confeccionada uma revista digital que deverá circular nos próximos dias, alusiva à data festiva.

A seguir, virão mais animais e o Projeto Quina da Sorte, que promete revolucionar e inovar o modo de fazer turfe neste país, através de capilaridade na captação de apostas, com a mídia que o turfe merece, além de prêmios atrativos para comodatários e apostadores. Tudo isso partindo sim, do turfe nordestino, com muito trabalho e orgulho.

Nesta sabatina, serão 30 animais envolvidos nas sete disputas, que terão início às 10:00 e término programado para as 12:30. Sinta-se convidado a acompanhar as corridas e, quando tiver oportunidade, venha conhecer-nos e desfrute da hospitalidade que o povo cearense tem a oferecer.

A seguir, as indicações completas. Boa sorte!